Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de março de 2013

Pr. GREGÓRIO MOLERO – 1956 – 2013


É com pesar que notificamos a promoção às mansões celestiais do amigo e Pastor GREGÓRIO MOLERO.


GREGÓRIO MOLERO, ex-funcionário aposentado da COSIPA – Companhia Siderúrgica Paulista, comerciante, Vereador e também Presidente da Câmara de São Vicente, tendo atuado também como Secretário Municipal e Assessor de Gabinete junto a Prefeitura Municipal da Célula Mater da Nacionalidade e também Assessor Parlamentar junto a ALESP – Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo.

Consagrado ao Ministério da Palavra na Assembleia de Deus Ministério de Santos, onde atuou dirigindo várias congregações, era também muito conhecido pelo número de Cerimônias religiosas de casamentos realizados na cidade kalunga.

Foi fundador do Setor da Assembleia de Deus Ministério do Belém no município de São Vicente, tendo trabalhado também como pastor auxiliar no Templo Central da Assembleia de Deus Ministério do Belém na cidade de Ourinhos no interior de SP.

Nos dois últimos meses, tendo voltado à São Vicente para tratamento de saúde, filiou-se à Assembleia de Deus Ministério de Cubatão.

Faleceu na manhã de hoje, 18.03.2013, por volta das 11,30h na, precisamente no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Santos, onde esta internado.

Pessoalmente, perdi um amigo e mestre em Teologia, junto ao nosso seminário. O Pr. Gregório nos dava aula de Simbologia Bíblica com maestria, caracterizada pelo amor aos discípulos. Aprendemos também a amá-lo, em Cristo Jesus, como fugura doce e amiga que era.

GREGÓRIO MOLERO, deixa viúva a irmã Marli Ferreira Martins e os filhos Daniel Rodrigo Ferreira Martins (29) e Rafael Ferreira Martins (23).

O corpo será velado a partir das 19h de hoje, na sede da Câmara Municipal de São Vicente, de onde sairá para o sepultamento. A cerimônia fúnebre será realizada às 9:00h, e o sepultamento às 11:00h. no Cemitério Vertical de São Vicente.

À família enlutada, os nossos sinceros votos de que o Espírito Santo os console.


“Preciosa é à vista do SENHOR a morte dos seus santos.“ Salmos 116:15

Fernandinho Beira-Mar faz Teologia na cadeia


Considerado um dos maiores traficantes do país, Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, começou a cursar a faculdade de teologia no presídio federal de Catanduvas (PR), onde cumpre pena atualmente.

Beira-Mar é condenado a 80 anos de prisão por crimes em 2002

Aprovado no vestibular da FTBP (Faculdade Teológica Batista do Paraná), Beira-Mar realizará o curso à distância, por meio de apostilas. A primeira já foi entregue.
A faculdade prevê, ao todo, 3.180 horas de aulas com temas relacionados à sociologia, filosofia, história, teologia, sociologia, metodologia, entre outros.
Todas as provas serão acompanhadas por um professor da instituição que será escolhido por sorteio.
O traficante demonstrou interesse em estudar teologia durante um culto evangélico ministrado pelo capelão Luiz Magalhães, pastor da Igreja Batista do Bacacheri, de Curitiba.
De acordo o professor Jaziel Guerreiro Martins, diretor da faculdade, Beira-Mar começou a questionar o capelão sobre questões relacionadas à fé e disse que gostaria de conhecer "mais a fundo" a religião.
Como já havia um detento cursando teologia dentro do presídio, o capelão sugeriu que se inscrevesse no vestibular.
No final de fevereiro, um professor aplicou as provas dentro da cela. Aprovado, o traficante foi matriculado no curso com a chancela da Justiça.
A mensalidade, no valor de R$ 242,00, será paga pela Igreja Batista do Bacacheri, que decidiu doar uma bolsa de estudo ao traficante
A igreja costuma custear mensalidades de seus membros que não têm condições financeiras para pagá-las. No caso de Beira-Mar, a legislação proíbe que familiares custeiem os estudos.
Na semana passada, durante julgamento no Rio de Janeiro que o condenou a mais 80 anos de prisão por ordenar assassinatos, Beira-Mar revelou que estava cursando teologia, admitiu alguns crimes, disse que sofria muito e queria pagar o que deve à Justiça.
Para o diretor da FTBP, a declaração de Beira-Mar sugere que há um "mover de Deus" em sua vida. "Existe algo dentro dele que o está levando para mais perto de Deus", afirmou.
Segundo Martins, é "quase impossível", alguém como Beira-Mar declarar que pretende pagar pelos crimes se não estiver motivado por uma mudança, mas disse que ele deve cumprir a pena imposta pela Justiça.
O Ministério da Justiça informou que todos os presos têm direito à educação conforme prevê a Constituição Federal e a Lei de Execuções Penais.
Além de Beira-Mar, outro preso que cumpre pena em Catanduvas faz o curso superior à distância e dez cursam o Ensino Médio.
Atualmente, 116 presos de diferentes partes do país estão recolhidos no presídio do Paraná, primeira unidade prisional federal, inaugurada em 2006.

Por: LUIZ CARLOS DA CRUZ