Pesquisar este blog

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

DEVOCIONAL - 19 de novembro de 2016

Tu, que me tens feito ver muitos males e angústias, me darás ainda a vida e me tirarás dos abismos da terra. (Sl 71.20.)

Deus nos mostra, nos faz ver, males e angústias. Assim, enquanto está sendo processada essa parte da nossa educação, temos às vezes de descer aos "abismos da terra", temos de atravessar passagens subterrâneas, temos de ficar enterrados entre os mortos — mas a corda da nossa comunhão com Deus nunca será esticada, demais, a ponto de arrebentar; e Deus a puxará— Ele nos tornará a trazer das profundezas.

Nunca duvide de Deus! Nunca diga que Ele o esqueceu ou abandonou. Nunca pense que Ele não Se compadece de nós. Ele dará ainda a vida.

Em todo emaranhado de fios, há sempre um fio liso, em ordem. Por longo que seja o dia, virá o repouso da noite. As neves do inverno ficam algum tempo sobre a terra, mas finalmente se acabam.

Seja firme, seu trabalho não é vão. Deus ainda virá e o consolará. E quando Ele vem, o coração que havia esquecido o seu cântico rompe em notas alegres, como o salmista: "Eu te louvarei, cantar-te-ei com harpa, meus lábios exultarão."

Se recebemos o bem,
O mal não receberemos,
Que da mesma Mão provêm?
É a Mão de Alguém que nos ama,
Que bem sabe o que fazer
E o propósito que tem.