Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de janeiro de 2017

DEVOCIONAL - 27 de Janeiro de 2017.


Ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar. (1 Pe 5.20)

Para entrarmos em um novo relacionamento com Cristo em nossa vida, precisamos primeiro ter iluminação intelectual suficiente para satisfazer a mente, convencendo-nos de que temos o direito de estar nesse relacionamento. A mais leve sombra aniquilará a nossa confiança. Mas, uma vez tendo esclarecido tudo, então é só nos lançarmos à aventura: fazer a escolha e colocar-nos ali, assumindo aquela posição. E isto de forma tão definida como a árvore que fica plantada no solo, ou como a noiva, que no altar se entrega definitivamente ao noivo. Algo definitivo, sem reservas, e sem voltar atrás.

Vem depois um tempo de firmação, confirmação e prova, durante o qual precisamos "ficar ali" até que o novo relacionamento se firme e torne-se um hábito permanente. É como quando o cirurgião encana um braço quebrado. Ele o coloca entre talas, para protegê-lo de vibrações.

Assim, Deus tem talas espirituais, que Ele quer pôr em Seus filhos para conservá-los quietos e sem se moverem daqui para ali, até que passem o primeiro estágio de fé. Isso nem sempre é fácil para nós, mas "o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus vos chamou à sua eterna glória, depois de terdes sofrido por um pouco, ele mesmo vos há de aperfeiçoar, firmar, fortificar e fundamentar". — A. B. Simpson

Em Cristo a mesa é farta,
E é mesmo para nós.
Não nos endureçamos
Se ouvirmos Sua voz.
Tomemos o que é nosso,
Entremos no repouso.
Sentemo-nos.
Comamos.
Honremos ao Senhor.