Pesquisar este blog

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

AS CORTINAS DO TABERNÁCULO

Prof. Adaylton de Almeida Conceição

Segundo o texto de Êxodo 26.1-14, vemos que O Tabernáculo tinha quatro cortinas.

1. Peles de animais marinhos (Ex. 26.14).
Era a cortina exterior, e mais visível, sem forma ou medida específica. Era para proteger dos raios solares abrasadores e das tempestades do deserto. Não tinha parecer nem formosura, em nenhuma beleza exterior para atrair o olhar dos homens. Era de cor cinzenta. Um tipo de Jesus visto pelo mundo; sem forma, ou beleza e formosura. Is. 53.2,3. O Tabernáculo era todo glorioso por dentro, com tábuas revestidas de ouro e lindas cortinas, porém as mesmas só eram vistas pelo ungido sacerdote de Deus que estava dentro do Lugar Santo. Jesus também foi desprezado pelo povo, sendo para eles o “carpinteiro” e “nazareno”. Só quem o conheceu e o conhece pode desfrutar da beleza interior de Cristo.

2. Peles de carneiro tintos de vermelho. (Ex. 26.14)
Colocada por baixo da cortina de peles de animais marinhos. Esta é figura da consagração até a morte. O carneiro foi usado para o sacrifício, especialmente na consagração do sacerdócio (Lev.8). Simboliza substituição (Gen. 22.13, 23). Como o cordeiro representa a Jesus manso e humilde, submisso até a morte, assim o carneiro fala do vigor e a força do Senhor. O carneiro substituiu Isaque no altar do monte Moriah. Tipo de Jesus (I Pe. 3.18; I Cor. 15.3,4; Gl. 1.4; Rm. 5.8; Is. 53.6; Jo. 3.16). Substituto que morreu no lugar do pecador. A pele do carneiro nos lembra a separaço da igreja de Deus.

3. Pelos de cabras (Ex. 26.7-13).
Estavam relacionadas comas coisas comemorativas da expiação. A oferta diária para expiação do pecado era uma cabra (Nm 28.15); e para o dia das expiações, a cabra era a vitima escolhida (veja Lev. 9.15; Lev. 16). A cortina dupla colocada sobre a porte pode indicar que a única base para aproximarmos a Deus é o afastamento do pecado. Eram feitas de onze cortinas e colocadas por baixo das cortinas das peles de carneiro. Cobriu o Tabernáculo, descendo pelos lados até o chão. Cinco formavam uma peça para cobrir o Lugar Santíssimo. Ligados por colchetes (de cobre). Cinco formavam uma peça para cobrir o Lugar Santo e uma cobria a entrada com as cinco colunas..

A oferta pelo pecado opera duas coisas:
a-como oferta pelo pecado, satisfaz a exigência da lei divina. Seu governo e Sua pessoa.
b-Substituição – reconciliou o mundo com Deus, suspendeu a sentença condenatória. A graça reina! Os benefícios desta oferta pelo pecado reservam-se apenas para o indivíduo que requer pessoalmente a libertação da sentença da morte, reconhecendo Jesus como o seu substituto que tomou o seu lugar no castigo divino (Gálatas 2.20).
O Tabernáculo, tipo não só de Jesus, como também da Igreja, foi completamente coberto por esta cortina de pelos de cabras. Assim o sacrifício de Jesus cobre completamente os que são dEle. Mt. 23.21. O homem é perdoado! Os pecados esquecidos!

4. As cortinas de linho fino, retorcido.
Estas cortinas só eram visíveis ao sacerdote do Lugar Sato. Representam as glorias de Cristo na ressurreição e de seus santos. O linho fino retorcido fala de pureza e justiça. Eram cortinas interiores, colocadas debaixo dos pelos de cabras. Assim que as varias cortinas formaram “um Tabernáculo”.
a- Bordadas em azul, púrpura, escarlata,com figuras dos querubins (Ex. 26.1-6).
b- Eram dez , ligadas com colchetes de ouro, de 50 cúbitos de largura quando unidas. Uma largura de 20 cúbitos cobriu o Lugar Santo e formou o teto; a outra , de 20 cúbitos , cobriu o lugar Santíssimo. O que sobrou cobriu a parede dos fundos. Só a parte do teto apareceu a vista.
c- O linho é produto do reino vegetal e representa a humanidade de Jesus. Linho branco representa a perfeição de Cristo como Homem (Hb. 7.26).
d- Significado das cores:
1-AZUL – Cristo o celestial, de natureza divina;
2-PÚRPURA – Cristo o Rei,
3-ESCARLATA – Cristo o Sofredor. Sua morte. Esta cor foi obtida de um bichinho de cor escarlata. Foi esmagado para fornecer o corante.
4-BRANCO – Cristo o Puro, Imaculado.
e-Significado dos querubins: A palavra “querube” significa força ou poder. Os querubins são seres majestosos, domadores das forças da Natureza, engenheiros do Universo, executores da Vontade de Deus Ap 7 a 19; Mt. 13.41,42. São anjos. I Pe. 3.22. Assim representam a divindade de Jesus, o Filho do Homem. Na Palavra observamos os querubins de 4 faces: Ezequiel 1.5-10; 10.15; Ap. 4.7-8.
1-Face de leão – tipo de poder e gloria real.
2-Face de boi – Tipo de força para trabalhar e servir
3-Face de homem – Simboliza a simpatia e inteligência.
4-Face de águia – Voando as alturas; tipo do poder, sa suprema percepção nas coisas celestiais.

Todas representam Cristo como apresentado nos quatro Evangelhos:
a- Mateus apresenta Jesus como o Leão da tribo de Judá, o Rei de Israel.
b- Marcos apresenta-O paciente como o boi, servindo a humanidade.
c- Lucas apresenta Jesus como o Filho do Homem, amoroso e exemplo perfeito.
d- João apresenta-O como o Filho de Deus, voltando ao lugar de onde saiu, o seio do Pai.