Pesquisar este blog

sábado, 23 de abril de 2011

A SEGURANÇA EM CRISTO


TEXTO: I João 5.13-21  

INTRODUÇÃO: A SEGURANÇA ou CERTEZA DA VIDA ETERNA deve ser a âncora que segura o verdadeiro cristão. Sem esta certeza seria como semear, sabendo que nunca irá colher.
Todo o cristão deve TER a certeza da salvação, ou seja: “a certeza de que, quando Cristo voltar ou a morte chegar, esse cristão irá estar com o Senhor, no céu. 2Co 5.8: “temos bom ânimo, mas desejamos antes estar ausentes deste corpo, para estarmos presentes com o Senhor”.
O propósito de João ao escrever esta primeira epístola é que o povo de Deus tenha esta certeza (1 Jo 5.13). “Estas coisas vos escrevo, a vós que credes no nome do Filho de Deus, para que saibais que tendes a vida eterna”.
Esta epístola expõe nove maneiras de sabermos que estamos salvos como crentes em Jesus Cristo.

1- Temos a certeza da vida eterna quando cremos "no nome do Filho de Deus" (1Jo5.13; 4.15; 5.1,5). Não há vida eterna, nem certeza da salvação, sem uma fé TT; é esta que o confessa como o Filho de Deus, enviado como Senhor e Salvador nosso.

2- Temos a certeza da vida eterna quando temos Cristo como Senhor da nossa vida e procuramos sinceramente guardar os seus mandamentos. I João 2.3-5. "E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz:Eu conheço-o e não guarda os seus mandamentos é mentiroso,e nele não está a verdade.Mas qualquer que guarda a sua palavra,o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado;nisto conhecemos que estamos nele" (1Jo 3.24) . “Quem guarda os seus mandamentos, em Deus permanece e Deus nele. E nisto conhecemos que ele permanece em nós: pelo Espírito que nos tem dado. I Jo. 5.2. “Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, se amamos a Deus e guardamos os seus mandamentos. Jo14.23; “Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada”. Hb 5.9: e, tendo sido aperfeiçoado, veio a ser autor de eterna salvação para todos os que lhe obedecem.

3- Temos a certeza da vida eterna quando amamos o Pai e o Filho, e não o mundo (1Jo 5.4). “porque todo o que é nascido de Deus vence o mundo; e esta é a vitória que vence o mundo: a nossa fé”.

4- Temos certeza da vida eterna quando habitual e continuamente praticamos a justiça, e não o pecado (1Jo 2.29). “Se sabeis que ele é justo, sabeis que todo aquele que pratica a justiça é nascido dele”. Por outro lado, quem vive na prática do pecado é do diabo (1Jo3.7-9). “Filhinhos, ninguém vos engane; quem pratica a justiça é justo, assim como ele é justo; quem comete pecado é do Diabo; porque o Diabo peca desde o princípio. Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo. Aquele que é nascido de Deus não peca habitualmente; porque a semente de Deus permanece nele, e não pode continuar no pecado, porque é nascido de Deus.

5- Temos certeza da vida eterna quando amamos os irmãos (1Jo3.14) “Nós sabemos que já passamos da morte para a vida, porque amamos os irmãos. Quem não ama permanece na morte. e 2.9. “Aquele que diz estar na luz, e odeia a seu irmão, até agora está nas trevas”.

6- Temos a certeza da vida eterna quando temos consciência da habitação do Espírito Santo em nós."E nisto conhecemos que ele está em nós:pelo Espírito que nos tem dado" (1Jo3.24).Ver também Jo4.13: "Nisto conhecemos que estamos nele,e ele em nós,pois que nos deu do seu Espírito".

7- Temos a certeza da vida eterna quando nos esforçamos para seguir o exemplo de Jesus e viver como ele viveu (1Jo2.6). “aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou”.

8- Temos a vida eterna quando cremos, aceitamos e permanecemos na "Palavra da vida", o Cristo vivo (1Jo1.1), e de igual modo procedemos com a mensagem de Cristo e dos apóstolos,conforme o NT(1Jo 2.24). “Portanto, o que desde o princípio ouvistes, permaneça em vós. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também vós permanecereis no Filho e no Pai”.

9- Temos a certeza da vida eterna quando temos um intenso anelo e uma inabalável esperança pela volta de Jesus Cristo,para nos levar para si mesmo. "Amados,agora somos filhos de Deus,e ainda não é manifesto o que havemos de ser.Mas sabemos que,quando ele se manifestar,seremos semelhantes a ele;porque assim como é o veremos.E qualquer que nele tem esta esperança purifica-se a si mesmo,como também ele é puro”. (1Jo3.2,3).

APOIO BÍBLICO PARA A CERTEZA DA VIDA ETERNA.

1. Apoio explícito
Nada pode nos separar do amor de Deus (Rm 8:28-39). “Porque os que dantes conheceu, também os predestinou para serem conformes à imagem de seu Filho, a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos; e aos que predestinou, a estes também chamou; e aos que chamou, a estes também justificou; e aos que justificou, a estes também glorificou. Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
As palavras do Senhor Jesus (Jo 5:24); Em verdade, em verdade vos digo que quem ouve a minha palavra, e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna e não entra em juízo, mas já passou da morte para a vida”.
Aqui nos cabe prestar atenção as palavras ditas pelo próprio Senhor Jesus. Segurança maior que esta não pode haver. Vejamos:

Jo 5:24 -"tem a vida eterna - não entra em juízo - mas passou da morte para a vida."

Jo 6:37 -"de modo nenhum o lançarei fora."

Jo 6:51,58 -"viverá eternamente"

Jo 10:27-29 - "Eu lhes dou a vida eterna - jamais perecerão eternamente -ninguém as arrebatará da minha mão - da mão do Pai ninguém pode arrebatar.

Jo 11:25,26 - "Quem crê em mim, ainda que morra viverá ; e todo o que vive e crê em mim, não morrerá eternamente."

Mediante esta vasta gama de passagens bíblicas podemos afirmar, sem medo de errar, que o cristão pode e deve ter certeza da sua Salvação.

2. Apoio lógico
a. Afinal a salvação depende da obra efetuada na cruz, é um dom gratuito de Deus.

b. Quando recebemos a Cristo, recebemos a vida eterna.

c. A nossa salvação depende da perfeição da completa obra de Cristo por nós. Ele disse: "está consumado"...

I. O significado da salvação: a salvação diz respeito a sermos salvos perante Deus e inclui:

A. Sermos perdoados dos nossos pecados — At 10:43; 1 Jo 2:12.

B. Sermos poupados da perdição eterna — Jo 5:24.

C. Sermos regenerados—1 Pe 1:3, 23.

D. Termos a vida eterna de Deus—1 Jo 5:12-13.

E. Tornarmo-nos filhos de Deus—Jo 1:12.

II. Recebemos a salvação no momento em que cremos - At 16:31; Rm 10:10:

A. Somos redimidos:

1. Recebemos o perdão dos pecados — At 10:43, 1 Jo 2:12

2. Somos libertados do juízo e da maldição da lei — Jo 3:18; Gl 3:13.

3. Somos lavados—1 Co 6:11; At 15:9.

4. Somos santificados —1 Co 6:11; At 26:18.

5. Somos justificados — Rm 5:1; 3:28, 30; Gl 3:8, 24; At 13:39.

6. Somos reconciliados — Rrn 5:10.

B. Somos regenerados — Jo 1:12-13.

C. Passamos da morte para a vida — Jo 3:16; 5:24.

III. A certeza da salvação:

A prova exterior: a palavra de Deus - I Jo 5:13:
As palavras da Bíblia são o título de propriedade da nossa salvação eterna. Por elas temos a garantia e a certeza da nossa salvação.
As palavras da Bíblia são fidedignas e jamais podem ser mudadas ou anuladas. Os sentimentos humanos oscilam segundo a disposição de ânimo e segundo o ambiente, e não são dignos de confiança.
A Bíblia afirma claramente que uma pessoa é salva no momento em que crê no Senhor Jesus, este fato fica estabelecido, independente da opinião humana. Devemos permanecer firmes nas palavras da Bíblia e assim fazendo, seremos fortalecidos cada vez mais na verdade eterna.
Alguns versículos chaves:

1. "Quem crê, tem a vida eterna"—Jo 6:47.

2. "Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo"—Rm 10:13

3. "Quem crer e for batizado será salvo"—Mc 16:16.

4. "Quem ouve as minhas palavra e crê naquele que me enviou, tem a vida eterna, não entra em juízo, mas passou da morte para a vida"—Jo 5:24.

A DOUTRINA DA SEGURANÇA

A. A possibilidade da segurança.

1. No passado o povo de Deus experimentou da segurança - Salmos 23:6; II Cor 5:1; Heb 11:13; Fil. 1:21; I João 4:16.

2. A Palavra de Deus declara que nós podemos ter segurança - I João 5:13; 3:14.

3. Deus manda procurarmos a segurança - II Pedro 1:10; II Cor 13:5.

4. A graça de Deus é a base da segurança - Rom 4:16

Aqueles que fazem que a salvação dependa, em parte, do trabalho do homem nunca poderão pregar segurança em Cristo. Isso é ilustrado em todos os grupos que ensinam que o homem deve obter ou manter sua salvação com as suas próprias forças.

B. A necessidade da segurança.

A segurança na salvação é necessária tanto para o gozo como para o serviço do crente.
A base do nosso regozijar é a certeza da salvação (Luc 10:20; Rom 5:2).
O serviço dos crentes não é motivado pelo medo, mas pela segurança (Rom 8:15; Gálatas 4:5-7).
Não somos servos aterrorizados, mas filhos de Deus, alegres.

Pr. Adaylton de Almeida Conceição (B.T.; M.T.; D.D.)
psimed2@yahoo.com.br /// (13) 9138-7832