Pesquisar este blog

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

DEVOCIONAL - 6 de Dezembro de 2016

Venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa. (Ap 3.11)

O servo de Deus, George Müller, deu o seguinte testemunho: "Quando aprouve a Deus, em julho de 1829, revelar ao meu coração a verdade da volta pessoal do Senhor Jesus e mostrar-me que eu tinha cometido um grande erro em esperar a conversão do mundo, o efeito que isto produziu em mim foi o seguinte: do mais íntimo da minha alma fui movido a sentir compaixão pelos pecadores perdidos e pelo mundo adormecido à minha volta, jazendo no maligno. E considerei: não devo eu fazer tudo o que posso pelo Senhor Jesus enquanto Ele não vem, e alertar a Igreja adormecida?"

Podem-se passar ainda muitos anos de trabalho árduo, antes da consumação de tudo, mas para mim os sinais são tão animadores que eu não estranharia se visse as asas do anjo apocalíptico estendidas para o seu ultimo e triunfante vôo hoje ao pôr-do-sol; ou se amanhã de manhã ... Cristo pusesse os pés sobre o monte das Oliveiras ... para proclamar o Seu reino universal. Ó vós, igrejas mortas, despertai! Ó Cristo, desce! Pés traspassados, subi ao trono! Teu é o reino. — Rev. De Witt Talmage D.D.


Quando Cristo vier nas nuvens
Sua Igreja, pronta, quer encontrar.
Estou salvo. Você está salvo?
Vamos cada dia nos preparar
A encontrá-lO nos ares,
Esperando o Senhor!
Quando Cristo vier nas nuvens,
Num piscar de olhos — vou!
Quando Cristo vier nas nuvens,
Sua Igreja, pronta, aos Céus irá!
Para sempre estará com Ele!
Vamos esperá-lO, não tardará!
Encontrá-lO nos ares, Que beleza será!
Quando Cristo vier nas nuvens,
Pronto irei subindo — já! - CM. — Cântico infantil