Pesquisar este blog

sábado, 4 de março de 2017

DEVOCIONAL - 04 de março de 2017.

Imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas. (Hb 6.12)

Eles (os heróis da fé) do alto posto que conquistaram, nos fazem um apelo e dizem que, o que o homem fez uma vez, pode fazer de novo. Não apenas nos lembram a necessidade de fé, mas também daquela paciência pela qual a fé tem a sua obra completada. Temamos retirar-nos das mãos do nosso Guia ou perder uma só lição da Sua amável disciplina, por desânimo ou dúvida.
"Só há uma coisa que eu temo," dizia um ferreiro, "e é ser lançado na pilha de ferro velho. Quando vou temperar uma peça de aço, primeiro a aqueço bem, depois a golpeio, então, rapidamente mergulho-a neste balde de água fria. Logo vejo se vai aguentar a tempera ou não. Quando descubro, após uma ou duas provas, que aquele aço não vai aceitar a têmpera, jogo-o na pilha de ferro velho e vendo-o por qualquer bagatela."
"Assim também eu vejo que Deus me prova com fogo, e água, e severos golpes do Seu pesado martelo; e se não estou disposto a passar pela prova, ou não sou achado adequado para receber a Sua têmpera, receio que me lance na pilha de ferro velho." Quando o fogo estiver mais quente, guarde calma, pois haverá um abençoado "depois"; e poderemos dizer como Jó: "Provando-me Ele, sairei como o ouro" — Selecionado
É do sofrimento que brota uma vida santa. São necessárias onze toneladas de pressão para afinar-se um piano. Deus afinará a nossa vida segundo o diapasão celeste, se nós suportarmos o processo. 
Sim, Senhor, bendito és.
Faze o que Te aprouver.
És todo-sábio,
E és meu Deus; és meu Pai;
Meu Redentor.

Faze o que Te aprouver
E como Te aprouver.
Em Tuas mãos estou, Senhor!