Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de junho de 2017

FIQUE CONTENTE



FIQUE CONTENTE: Quatro Grandes Exortações de Filipenses 4

Daniel Juster

Filipenses é uma das epístolas de Paulo escritas na prisão. Como um prisioneiro, ele não sabia se viveria ou morreria. Numa situação como essa, uma pessoa escreveria o que seria de máxima importância para uma congregação que ele havia plantado com alto custo.

No primeiro capítulo, Paulo se esforça para encorajar os filipenses a saber que a sua prisão foi pelo bem do Reino e que o Evangelho se espalhou ainda mais por seu testemunho na prisão. O segundo capítulo apresenta o exemplo do Messias, que deixou o trono de seu Pai, sofreu e morreu com a humilhação mais dolorosa possível e depois foi exaltado em sua ressurreição e ascensão. Então, devemos mostrar a mesma humildade e estar dispostos a entregar nossas vidas para podermos ser ressuscitados como ele para a vida eterna. O capítulo três adverte contra falsos mestres, afirmando que nosso objetivo é conhecê-lo, o poder de sua ressurreição e a comunhão de seus sofrimentos que conduzem à vida eterna.

No entanto, as exortações finais são notáveis por sua clareza e poder. Se fizermos as quatro coisas ordenadas no capítulo quatro, nossas vidas serão revolucionadas além da nossa imaginação. Primeiro, devemos nos alegrar sempre. (v. 4) Isto é alcançado por não estar ansiosos, mas fazer todos os nossos pedidos conhecidos a Deus e entrar na paz de Deus que excede todo o entendimento (v. 6).

Em segundo lugar, devemos disciplinar nossas mentes (v. 8). Ou seja, devemos pensar em tudo o que é verdadeiro, respeitável, justo, puro, amável, de boa fama (virtuoso e digno de louvor). Essa disciplina de pensamento é a chave para caminhar em fé, paz e alegria. Uma pessoa cuja mente está sempre cheia de coisas boas é uma pessoa que atrai fé e otimismo.

Em terceiro lugar, devemos seguir bons líderes. Neste caso, Paulo apresenta seu próprio exemplo. As pessoas precisam de líderes para seguir na medida em que seguem o Messias. Paulo diz que devemos segui-lo assim como ele segue o Messias. Precisamos de bons exemplos de liderança para crescer. (v. 9)

Quarto e último, devemos ficar contentes. (v. 11-13, 19) Esse contentamento é por meio de confiar no Messias e saber que estamos na vontade de Deus. Estaremos contentes em todas as circunstâncias, seja quando hospedados por ricos ou sentados numa cela. Podemos todas as coisas por meio do Messias. (v.13) Os grandes santos que passaram por prisões e sofrimento testemunharam esse grande contentamento, e Paulo estava de fato testemunhando exatamente isso. Quando você é contente e generoso, Deus supre abundantemente. (v.19)

Que todos possamos obedecer às Escrituras nessas quatro coisas, alegrar-nos sempre, disciplinar nosso pensamento, seguir o ensinamento e o exemplo dos bons líderes e, finalmente, contentar-nos em todas as coisas.