Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Relacionamentos – O Fundamento

Relacionamentos 
O Fundamento

Quando Yeshua começou o seu ministério, ele escolheu doze homens com quem ele compartilharia a sua vida. Ele andou com eles em intimidade, experimentando juntos cada faceta da vida. Essa intimidade fazia parte da transformação deles – capacitando-os a cumprir o alto chamado que lhes deu.

Após três anos de profundo relacionamento com seus discípulos, ele chegou aos seus últimos momentos na terra. Dentre tantas coisas que poderia ter escolhido para essa hora, ele preferiu fazer uma última refeição de Páscoa com aqueles a quem amava. Depois que morreu e ressuscitou, o investimento de sua vida nos seus discípulos resultou numa manifestação do amor de Deus que enche a terra até o dia de hoje.

Esse princípio fundamental de relacionamento íntimo tem sido o objetivo principal da nossa vida e ministério aqui em Israel. Há mais de nove anos, Deus nos chamou para ajudar a estabelecer a Congregação Ahavat Yeshua no coração de Jerusalém; e, desde o início, nosso foco tem sido PESSOAS – amá-las e servi-las com fidelidade. Não foi para uma organização que nós as chamamos, mas para uma comunidade cheia do amor de Deus.

Nosso lar tem sido o lar delas. Nossa mesa está sempre repleta de irmãos e irmãs com quem “desejamos ansiosamente” partir o pão e dividir nossas vidas. Sim, nós os ensinamos e aconselhamos, ajudamos financeiramente e os servimos. Mas o que estava por trás de tudo isso, o que oferecemos e as bênçãos de que desfrutamos eram as vidas unidas em amor.

Acabamos de voltar de um incrível retiro de final de semana com nossa congregação no extremo norte de Israel, a apenas alguns quilômetros da fronteira com a Síria. Durante dois dias preciosos, dedicamos nosso tempo a estar juntos. Adoramos juntos, comemos juntos e passeamos juntos. Nadamos juntos e oramos juntos. Irmãos e irmãs que não se conheciam bem tiveram oportunidade de formar e aprofundar relacionamentos. Novos convertidos se conectavam com irmãos mais maduros na fé. Os filhos das diversas famílias brincaram juntos enquanto os pais também passaram tempo juntos.

Cremos que, à medida que crescermos em amor uns pelos outros, o poder e a glória do Messias Yeshua serão manifestos de uma forma mais profunda e maravilhosa em nossa congregação, e esse mesmo amor irá, no fim, transbordar para a cidade de Jerusalém.


Eddie Santoro