Pesquisar este blog

segunda-feira, 31 de julho de 2017

DEVOCIONAL - 1° DE AGOSTO DE 2017

Oferecei-vos a Deus, como ressurretos dentre os mortos. (Rm 6.13)

Certa noite, fui ouvir uma palestra sobre consagração. Ela não me trouxe nenhuma mensagem especial, mas quando o pregador ajoelhou-se para orar, disse o seguinte: "Ó Senhor, Tu sabes que podemos confiar no Homem que morreu por nós." Aquela foi a minha mensagem. Levantei-me; e saí. Enquanto descia a rua para tomar o trem, considerei profundamente tudo o que a consagração poderia significar para a minha vida — e tive medo. Então, acima do ruído do tráfego, pareceu-me ouvir a mensagem: "Pode confiar no Homem que morreu por você."

Tomei o trem para casa. Enquanto viajava, pensei nas mudanças, nos sacrifícios, nas tristezas que a consagração poderia significar para mim — e tive medo.

Cheguei em casa e fui para o quarto. Lá, de joelhos, vi minha vida passada: eu era crente, fora oficial de igreja e superintendente de Escola Dominical, mas nunca havia, de maneira definida, submetido a minha vida a Deus.

Contudo, enquanto pensava nos meus planos mais caros, os quais poderiam ser desfeitos, nas esperanças de que teria de desistir e na profissão escolhida que eu poderia ser chamado a abandonar — tive medo.

Eu não conseguia enxergar as coisas melhores que Deus tinha para mim, e a minha alma estava-se retraindo. Então, pela última vez, com um rápido impulso de poder e convicção, veio ao mais íntimo do meu coração aquela mensagem penetrante: "Meu filho, você pode confiar no Homem que morreu por você. Se não puder confiar nele, em quem confiará?

"Isto decidiu a questão para mim, pois num momento eu vi que o Homem que me amou de tal forma a ponto de morrer por mim, poderia receber e cuidar desta vida que ele salvou e tudo o que estivesse envolvido nela.

Meu amigo, você pode confiar no Homem que morreu por você. Pode estar certo de que Ele não desfará nenhum plano que não deva ser desfeito, e de que levará avante todos os que redundarão em glória de Deus e em seu maior bem. Você pode confiar nEle para guiá-lo no caminho que é realmente o melhor para você. — J. H. McC.

"A vida não é uma propriedade para ser 'salva' do mundo, mas um investimento para ser usado em benefício do mundo."