Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de junho de 2011

DEVOCIONAL

O amor cobre. (Pv 10.12.) Segui o amor. (1 Co 14.1.)

Coloquemos todas as nossas aflições diante de Deus somente. Li certa vez a respeito de uma experiência vivida por uma preciosa serva de Deus, e a leitura me impressionou de tal maneira, que resolvi registrá-la aqui.
"Certa ocasião, já era meia-noite e eu não conseguia conciliar o sono, por causa de uma cruel injustiça que havia sofrido, e cuja lembrança me atormentava. O amor que cobre todas as transgressões parecia ter fugido do meu coração. Então, em agonia, clamei a Deus, pelo poder para obedecer à Sua determinação: 'O amor cobre'.
"Imediatamente o Espírito Santo começou a operar em mim o poder que produziu o esquecimento.
"Mentalmente cavei um túmulo. Tirei a terra até fazer uma cova profunda.
"Depositei ali dentro a mágoa que me feria. Depressa joguei a terra por cima.
"Sobre a terra coloquei grama, e sobre esta, rosas e miosótis. Depois fui-me embora.
"Suave me veio o sono depois disso. A ferida quase mortal foi sarada sem uma cicatriz, e hoje não sei o que me causou a dor."
Autor do amor,
Que por amor
Cobriste os meus pecados
E os apagaste,
E os perdoaste,
E me purificaste.

Que o mesmo amor,
Autor do amor,
Que em mim foi derramado,
Cubra também
Faltas de alguém
Que a mim haja magoado.

"Mananciais no Deserto" de Lettie Cowman
Livro publicado pela Editora Betânia.